Estudo vincula hábito de assistir maratonas de séries à depressão


Para quem é viciado em seriados de tevê, realizar maratonas para se atualizar em uma série é algo corriqueiro. Pois bem, um estudo da Universidade do Texas (EUA) vincula esse hábito à depressão e a solidão extrema. A pesquisa foi realizada com um grupo restrito de série maníacos com idades entre 19 e 29. O estudo apontou tendências depressivas nos jovens que, habitualmente, realizam maratonas de episódios. Alguns dos pesquisados afirmaram que as maratonas passaram a fazer parte do cotidiano sendo praticamente impossível viver sem esse entretenimento. Com a popularização do serviço de streaming como a Netflix, a maratona de episódio foi sedimentada. Como os seriados são disponibilizados completos, as pessoas – mesmo as que não assistiam vários episódios de uma vez – passaram a ver não apenas episódios e sim, temporadas completas. A indústria do entretenimento televisivo comemora o boom do seguimento! E você, curte esse tipo de diversão?