Top 10 Autores de Telenovelas


10 – Lauro Cesar Muniz: nascido em Ribeirão Preto, em 1938, é autor de novelas, dramaturgo e roteirista de cinema. Estreou na tevê em 1966 com a novela “Ninguém Crê em Mim”, exibida pela Tv Excelsior. É considerada a primeira novela escrita por um homem. Suas principais novelas são: “As Pupilas do Senhor Reitor”, “O Bofe”, “Carinhoso”, “Escalada”, “O Casarão”, “Espelho Mágico”, “Os Gigantes”, “Sol de Verão”, “Roda de Fogo” e “O Salvador da Pátria”.

09 – Sílvio de Abreu: cenógrafo formado pela Escola de Artes Dramáticas de São Paulo, estreou na tevê em 1977 coma a adaptação de “Éramos Seis”, em parceria com Rubens Ewald Filho. Suas principais novelas são: “Belíssima”, “A Próxima Vítima”, “Éramos Seis”, “Rainha da Sucata”, “Saçaricando”, “Cambalacho”, “Vereda Tropical”, “Guerra dos Sexos”, Jogo da Vida” e “Plumas e Paetês”.

08 – Gilberto Braga: nascido no Rio de Janeiro em 1946, assinou a primeira novela em 1974, “A Corrida do Ouro”, em parceria com Lauro César Muniz. Teve uma indicação ao Emmy de 2008 por “Paraíso Tropical”. Suas principais novelas são: “Paraíso Tropical”, “Celebridade”, “O Dono do Mundo”, “Vale Tudo”, “Corpo a Corpo”, “Brilhante”, “Água Viva”, “Dancin' Days”, “Dona Xepa” e “Escrava Isaura”.

07 – Glória Perez: nascida em Rio Branco, Acre, em 1948. Começou na tevê colaborando emEu Prometo”, de Janete Clair e em “Malu Mulher”, de Daniel Filho. Assinou a primeira novela em 1984, “Partido Alto”, em parceria com Aguinaldo Silva. Suas principais novelas são: “Caminhos das Índias”, “América”, “O Clone”, “Pecado Capital (remake)”, “Explode Coração”, “De Corpo e Alma”, “Barriga de Aluguel”, “Carmem”, “Partido Alto” e “Eu Prometo”.

06 – Aguinaldo Silva: pernambucano de Carpina, nasceu em 1944. Começou a carreira como repórter policial e estreou na tevê com o seriado “Plantão de Polícia”. Sua primeira novela foi “Partido Alto”, em parceria com Glória Perez. Suas principais novelas são: “Duas Caras”, “Senhora do Destino”, “Porto dos Milagres”, “Suave Veneno”, “A Indomada”, “Fera Ferida”, “Pedra Sobre Pedra”, “Tieta”, “Vale Tudo”, “O Outro”, “Roque Santeiro” e “Partido Alto”.
05 - Manuel Carlos: nascido no Rio de janeiro em 1933, é um dos pioneiros da televisão brasileira tendo trabalhado como ator e diretor na extinta TV Tupi. Assinou a primeira novela em 1978, “Maria, Maria”. Suas principais novelas são: “A Sucessora”, “Água Viva”, “Baila Comigo”, “Sol de Verão”, “Brilho”, “Felicidade”, “Laços de Família”, “Mulheres Apaixonadas”, “Páginas da Vida” e “Viver a Vida”.

04 – Walter Negrão: nascido em Avaré, em 1941, esse autor de novelas foi aluno do curso de dramaturgia da atriz Vida Alves. Estreou na tevê em 1958, na extinta Tupi, escrevendo textos para “O Grande Teatro da Tupi”. Sua primeira novela foi “Renúncia”, em parceria com Roberto Freire. Suas principais novelas são: “Desejo Proibido”, “Top Model”, “Fera Radical”, “Direito de Amar”, “Roda de Fogo”, “Cavalo de Aço”, “Nino, O Italianinho”, “Antônio Maria” e “O Primeiro Amor”.

03 – Benedito Ruy Barbosa: nascido em Gália, São Paulo, em 1931, iniciou a carreira como jornalista e publicitário. Estreou na tevê em em 1966, na extinta Tupi, assinando “Somos Todos Irmãos”. Suas principais novelas são: “Esperança”, “Terra Nostra”, “O Rei do Gado”, “Renascer”, “Pantanal”, “Vida Nova”, “Sinhá Moça (Primeira versão)”, “Os Imigrantes”, “Cabocla (Primeira versão)” e “Jerônimo, o Herói do Sertão”.

O2 – Cassiano Gabus Mendes: nascido em São Paulo em 1927 e falecido na mesma cidade em 1993. É um dos maiores nomes da teledramaturgia brasileira. Pioneiro, nos tempos românticos da tevê no Brasil, desempenhou diversas funções: ator, roteirista, diretor, produtor , sonoplasta, contrarregra e autor de novelas. Com a implantação da tevê no Brasil, ele tornou-se o primeiro diretor artístico da televisão brasileira atuando na extinta TV Tupi. Suas principais novelas são: “Beto Rockfeller”, “Anjo Mau”, “Locomotivas”, “Te Contei”, “Marrom Glacê”, “Plumas e Paetês”, “Elas Por Elas”, “Champagne”, “Que rei Sou Eu?” e “Meu Bem, Meu Mal”.


01- Janete Clair: nascida em Conquista, Minas Gerais, em 1925, e falecida no Rio de Janeiro em 1983, Janete Clair fez história na teledramturgia brasileira. Versátil, escreveu para o teatro, rádio e televisão. Iniciou a carreira artística como radioatriz em São Paulo, com apenas 17 anos, na extinta Rádio Tupi. Em 1956 assinou a radionovela “Perdão, Meu Filho”. Escreveu sua primeira telenovela em 1960, “O Acusador”. Mesmo sendo adepta do gênero “folhetim”, Janete Clair é considerada a maior novelista brasileira de todos os tempos. Segundo os grandes autores, ela foi a principal responsável pela popularização do gênero no Brasil. Suas principais novelas são: "Pecado Capital", "Irmãos Coragem", "Direito de Amar", "Selva de Pedra", "Pai Herói", "O Astro", "Duas Vidas", "Pecado Capital", "Fogo Sobre Terra" e "O Semideus".