AS SEMELHANÇAS ENTRE FERNANDES VIEIRA E EDWARD COLSTON, O ESCRAVOCRATA QUE TEVE A ESTÁTUA DESTRUÍDA NOS PROTESTOS PELA MORTE DE GEORGE FLOYD

Uma das imagens mais icônicas dentre tantas clicadas nos protestos pela morte brutal de George Floyd foi, sem dúvida, o tombamento da estátua do traficante de escravos Edward Colston em Bristol, Inglaterra. Os manifestantes depredaram o monumento, posaram para fotos com o joelho no pescoço de Colston – uma referência a Floyd – e jogaram a estátua no fundo do rio Avon.  De imediato as imagens me remeteram a lembrança de outro cruel escravocrata que, assim como Colston, tem estátua, nome de rua e diversas deferências aqui no Recife. Falo de João Fernandes Vieira, dito “Herói da Restauração”, mas tinha no seu leque de atividades o hábito de torturar escravos. Ele fazia mais, ensinava como deveriam ser as torturas. No livro “A Terra E O Homem do Nordeste”, do grande geógrafo pernambucano Manuel Correia de Andrade, o autor destaca os ensinamentos de João Fernandes Vieira:                         Clique na imagem para ampliar

No campus da Universidade Federal de Pernambuco existe um monumento erguido em homenagem a Fernandes vieira, no local existia um casarão que era residência dele.  O monumento mostra o escravocrata no alto de um pedestal e, logo abaixo, um homem subjugado.  
Na cidade de Olinda, na Rua de São Bento, nº 45, uma frondosa placa indica que ali foi residência do “Herói da Restauração”. 
Existe também uma importante avenida que traz o seu nome e uma escola no bairro da Caxangá. 
Pergunto: como um cruel torturador de escravos tem tantas homenagens num estado que tem tradição de lutar pela liberdade e pela igualdade?  Deixe sua opinião nos comentários!

if (myclass.test(classes)) { var container = elem[i]; for (var b = 0; b < container.childNodes.length; b++) { var item = container.childNodes[b].className; if (myTitleContainer.test(item)) { var link = container.childNodes[b].getElementsByTagName('a'); if (typeof(link[0]) != 'undefined') { var url = link[0].href; var title = link[0].innerHTML; } else { var url = document.url; var title = container.childNodes[b].innerHTML; } if (typeof(url) == 'undefined'|| url == 'undefined' ){ url = window.location.href; } var singleq = new RegExp("'", 'g'); var doubleq = new RegExp('"', 'g'); title = title.replace(singleq, ''', 'gi'); title = title.replace(doubleq, '"', 'gi'); } if (myPostContent.test(item)) { var footer = container.childNodes[b]; } } var addthis_tool_flag = true; var addthis_class = new RegExp('addthis_toolbox'); var div_tag = this.getElementsByTagName('div'); for (var j = 0; j < div_tag.length; j++) { var div_classes = div_tag[j].className; if (addthis_class.test(div_classes)) { if(div_tag[j].getAttribute("addthis:url") == encodeURI(url)) { addthis_tool_flag = false; } } } if(addthis_tool_flag) { var n = document.createElement('div'); var at = "
"; n.innerHTML = at; container.insertBefore(n , footer); } } } return true; }; document.doAT('hentry');