Carrie se foi e Leia está voltando!


Vi na TV Globo, há pouco, o correspondente de Nova York explicando os “porquês” de a Carrie Fisher detestar a Princesa Leia. A mesma matéria, entretanto, explicava que Carrie havia deixado gravada sua volta triunfal à saga Star Wars. Dá até para imaginar que o desaparecimento precoce dela seria mais uma daquelas sacadas geniais do George Lucas: a atriz morre e a personagem renasce. Seja como for, devo muito a Carrie Fisher e sua trupe, uma das lembranças mais remotas que tenho da minha relação com o cinema é de uma tarde qualquer - um domingo com certeza – do ano de 1977: eu vibrando de alegria no Cine Eldorado, no bairro de Afogados, imaginando como seria emocionante viajar pelo espaço. Meus respeitos!

Retrocesso

Imagem: internet

A cada sugestão de reforma do ensino cresce a minha convicção de que, no futuro, restarão apenas professores de português e matemática. Estão colocando a filosofia no canto escuro da gaveta e aquecendo os holofotes da matemática, uma manobra sem lógica já que a lógica filosófica é um dos pilares da matemática. De que adianta entender sobre a estrutura de um discurso se não existe conhecimento humanístico para tornar o discurso útil, transformador. Num futuro bem próximo formaremos processadores de dados e cuspidores de textos sem alma!

Netflix libera download de filmes e séries em dispositivos móveis

Finalmente a Netflix liberou parte do seu catálogo de filmes e séries para download. Inicialmente o serviço está disponível apenas para dispositivos móveis que utilizam Android (versão 4.4.2 ou superior) e iOS (8.0 ou superior). Mesmo rodando os sistemas operacionais compatíveis, o serviço de download só aparece se esses sistemas forem atualizados. O mais simples é desinstalar e reinstalar os mesmo.


Clique aqui e acesse um tutorial no site da Netflix