AO MICHAEL COM CARINHO

Acostumamo-nos a estranhar as esquisitices de Michael Jackson. Poucos astros do mundo pop eram tão inquietos quanto ele. Michael não teve infância. Quando consultamos sua biografia a impressão que fica é de que ele já nasceu astro. A imagem do garoto prodígio, minúsculo, com rosto angelical, liderando uma banda à frente dos seus irmãos grandões, era um indicador de um futuro brilhante.

Michael Jackson foi um gigante da música pop, que vestiu a pele de gênio e de vilão várias vezes. Apesar de ter crescido diante dos holofotes, sabíamos pouco sobre ele. O mistério sempre foi sua marca registrada. De tanto se esconder acabou se perdendo de si mesmo. Não sabia mais qual a sua cor, seu rosto, seu lugar. Perdeu gradativamente tudo que construiu com a fama. Quando se preparava para o retorno tão esperado pelos fãs, teve seu brilho apagado em circunstâncias misteriosas, como tudo que cercava sua vida.

Como ele era plural, cada um escolhe o Michael que vai eternizar na lembrança. A foto que ilustra esse post e o vídeo a seguir mostram a lembrança que eu vou guardar:

Comments

9 Responses to “AO MICHAEL COM CARINHO”

Agatha disse...
27 de junho de 2009 00:03

Estou de luto, fiquei triste com sua partida.

Nath disse...
27 de junho de 2009 00:05

"Como ele era plural, cada um escolhe o Michael que vai eternizar na lembrança."

Bom, nesse trecho você disse tudo! Parabéns, seu post está increvelmente ótimo. Fiz algo parecido no meu blog (http://readytoreload.blogspot.com/)... se quiser, dê uma passada lá, leia e comente. Acho que você vai gostar.

Mais uma vez, parabéns! ;]

Canto do Lufa disse...
27 de junho de 2009 00:23

Um gênio da música Black

Uma pena que tenha se perdido da forma como vc mesmo disse de tant se esconder, acabou se escondendo de si mesmo!

Bruno e Joyce disse...
27 de junho de 2009 00:36

Intérprete, cantor, compositor, dançarino original, produtor, carismático... fenomenal.
Um grande artista que descansará das pedradas da mídia... e que já entrou para a história dos grandes nomes da música.

CGARTS disse...
27 de junho de 2009 12:02

Bacana seu post sobre o Michal, eu acho ele a obra prima da música!

VEJA NOSSA ENTREVISTA NESSE BLOG
http://www.cafecomnoticias.blogspot.com/

Um abraço!

Tyaguim disse...
28 de junho de 2009 03:13

Hoje assistindo um show do Michael no Multi Show, pude ver, mais uma vez, que ele fazia, o que fazia, bem feito.
Um show pra ninguém colocar defeito. Sua danças, seus hits, seus ritmos... tudo muito bom!
As lembranças que Michael deixará serão inúmeras, mas aquelas de vilão, que ele fez ou a mídia distorceu e acabou 'criando', serão mínimas perto da lembrança de grande Pop Star, grande cantor e dançarino, grande ícone, grande homem (que sempre gostou da infância - digo sem irônia).

Michael dizia que ele era bom no que fazia porque ainda tinha idéias de criança. Os outros cresceram e criaram seus moldes e rótulos (ele dizia mais ou menos isso). Ele não. Ele inovava, ousava e conquistava!

Michael rules!

Rubens Rodrigues disse...
28 de junho de 2009 09:49

Ed, muito bom o artigo.
Fiquei muito triste quando soube do falecimento dele. Eu vi no twitter, acho que foi do multishow, que o Michael teria falecido após um ataque cardíaco, tomei um susto, fiquei super triste torçendo pra que não fosse verdade. Atualizava o twitter a cada minuto pra ver se o Los Angeles imes ou o G1 confirmavam a notícia. O Los Angeles times confirmou uma ou duas horas depois.

Quinta mesmo começei a escrever um artigo sobre ele, mas nem deu tempo postar quinta nem sexta, acabei postando só ontem =/

O que importa é que agora ele com certeza está melhor. Longe da vida desequilibrada que teve, longe dos holofotes que denunciavam suas esquisitices. Sinceramente, ele morreu cedo, muito cedo, mas se estivesse vivo ainda com certeza iriamos ver que sua volta seria um fracasso. Sinto muito pelos filhos dele =/

Ótimo artigo!

(vendo o video, não conhecia essa música ainda)

ED CAVALCANTE disse...
28 de junho de 2009 11:34

Bruno, realmente, Michael foi um alvo fácil para a mídia marrom. Tudo bem que ele contribuia, mas o que fizeram com ele e com a vida dele foi sacanagem pura!

Tyaguim, a genialidade do Michael está se sobrepondo aos escândalos, ainda bem!

Rubens, não sei se a volta dele seria um fracasso. Acho até que ele morreu tentando se preparar para essa tur. O tal perfeccionismo do gênio!

Abaraço a todos!

Wander Veroni disse...
30 de junho de 2009 13:51

Oi, Ed!

Que bonita homenagem ao MJ! Realmente, a impressõa que dá é que ele já nasceu pronto. Deve ter sido muito difícil o MJ não ter passado pela infância e ter tido um pai tão opressor.

Abraço