O CANTEIRO DE OBRAS E UM GRANDE DESCASO


Para quem ainda não percebeu, a cidade virou um canteiro de obras, são os bons reflexos da Copa das Confederações e, sobretudo, da Copa do Mundo que se realizará em 2014. Transito entre Olinda e Recife cotidianamente e vou fitando, ao longo do trajeto, as alterações que estão em curso.

Duas grandes obras estão no meu caminho: O Túnel da Real da Torre e a modernização do eixo viário da Avenida Caxangá.  As obras do túnel, ainda em fase inicial, inacreditavelmente transcorrem sem causar grandes alterações no trânsito. Já a Caxangá, com o estreitamento da das duas vias, provoca longas retenções.  Hoje cruzei a avenida e notei que as gigantescas paradas (ou estações, não sei como vão chamar) de ônibus já começam a ganhar corpo.

Minhas observações urbanas, entretanto, constataram um grande descaso. Estive no Zoo de Dois Irmãos e fiquei desolado. Aquele imenso santuário, uma rica reserva de Mata Atlântica, abriga um zoológico entregue às baratas. Vários ambientes vazios com placas de obras que não existem. O parque está literalmente sucateado. Os próprios funcionários se queixam que os visitantes sempre se decepcionam ao constatarem o descaso.

Um zoológico sem girafa, sem búfalo, sem elefante, sem onça, sem hipopótamo, sem pavão, só pra citar as ausências mais marcantes. O museu e o aquário estão fechados assim como várias jaulas e covas.  Talvez seja por esses motivos que, em pleno sábado à tarde, o zoo estivesse vazio. Triste demais.  Espero que as obras de modernização da cidade contemple também esse importante espaço ecológico, afinal, receberemos muitos turistas.

Comments

No responses to “O CANTEIRO DE OBRAS E UM GRANDE DESCASO”