QUEM INVENTOU O AVIÃO?

A pergunta que dá título a esse post tem diferentes respostas. Tudo depende do seu país de origem. No Brasil, a resposta seria, obviamente, Santos Dumont. Aprendemos na escola que Alberto Santos Dumont foi o primeiro a voar com uma máquina mais pesada que o ar, o 14 Bis. Entretanto, nos Estados Unidos e em muitos países da Europa, Dumont é absolutamente ignorado. O único país europeu que reconhece o feito do brasileiro é a França. As razões são bem óbvias. Santos Dumont, como indica o seu sobrenome, era de origem francesa. Além disso pesa o fato dele ter realizado suas mais expressivas experiências em Paris. Nos livros de história dos Estados Unidos, constam como inventores do avião os irmãos Wright. Orville e Wilbur Wright , que foram contemporâneos do brasileiro, realizaram um vôo com o avião Flyer 1 (segundo a Federation Aeronautique Internationale como mais pesado que o ar) no dia 17 de novembro de 1903. A grande questão é que a forma de propulsão utilizada pelos Wrigth foi uma catapulta. O brasileiro Santos Dumont realizou dois vôos em 1906. Um no dia 23 de outubro e outro no dia 12 de novembro. Nas duas experiências a aeronave do brasileiro usou a auto-propulsão, ou seja, levantou vôo por seus próprios meios, sem a ajuda de uma catapulta, como foi o caso dos Wrigth. O bairrismo da Europa e dos Estados Unidos é a única razão para a não aceitação de Santos Dumont como pai da aviação. Essa é uma questão muito parecida com a da história da radiofonia brasileira. A Rádio Clube de Pernambuco foi a primeira emissora da América Latina. Realizou a primeira transmissão em 06 de abril de 1919. Entretanto, muitos sites, livros e emissoras de tv (todas do eixo rio-são paulo) ignoram essa realidade e colocam a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, inaugurada em 20 de abril de 1923, como a primeira do Brasil. Quem tem mais poder de mídia acaba suplantando a história. Santos Dumont suicidou-se enforcando-se com sua gravata num hotel em Guarujá, no dia 23 de julho de 1932, aos 59 anos.Viva Santos Dumont e viva a Radio Clube de Pernambuco. Outros Inventos de Santos Dumont:
  • Balão a gás de pequeno porte que revolucionou a construção de aeróstatos. Foi batizado de Brasil, em homenagem à terra Natal de Dumont
  • Dirigível: ao colocar um motor movido a petróleo num balão a gás, Dumont inventou o primeiro dirigível. O modelo nº 9 foi o primeiro a dar a volta da torre Eifel.
  • O avião: o 14 Bis foi a primeira aeronave mais pesada que o ar a levantar vôo por seus próprios meios
  • O precursor do ultraleve: o Demoiselle 20, um avião menor, mais rápido e com maior possibilidade controle que o 14 Bis, foi o último invento aeronáutico de Dumont. E o primeiro ultraleve da história. Tinha 115 kg, envergadura de 5,50m e comprimento de de 5,55m.
  • O relógio de pulso: Dumont pediu ao amigo Cartier que transformasse o relógio de bolso em relógio de pulso, colocando alças no lugar da corrente, de modo que ele pudesse controlar facilmente o tempo que passava no ar.
  • Hangar com portas de correr: em 1900, para fechar o galpão onde montava suas invenções, Dumont colocou portas que corriam sobre rolamentos. O primeiro hangar do mundo tinha 11 metros de altura, 7 metros de largura e 30 metros de extensão.
  • Chuveiro Aquecido à Álcool
  • Mesa Com Banquetas Elevadas
  • Uma Curiosidade: a frente do 14 Bis não é o lado das asas, como nos aviões de hoje. Essa é a parte de trás.

Comments

12 Responses to “QUEM INVENTOU O AVIÃO?”

Antonoly disse...
6 de novembro de 2008 19:03

Muito interessante e instrutivo esse post, gostei!

www.geracaoweb.wordpress.com

amandaedalete disse...
6 de novembro de 2008 19:04

Nossa que pergunta! hauhuahuaa
mais o post esta muito bom viu XD

improper mind disse...
6 de novembro de 2008 20:55

É triste isso do não reconhecimento de Santos Dumont. Meu marido que entende tudo de aviação, fica indignado! Mas é mesmo coisa de americanos.

Interessante os outros inventos dele.

Abraços

Bete Meira disse...
6 de novembro de 2008 23:36

Bairrismo é uma chatice,a meu ver. Claro que gostamos da nossa terra,admiramos suas belezas,temos nossos heróis,mas não podemos ser cegos ou mentirosos,devemos dar a César o que é de César.Muito enriquecedor esse post.Parabéns a Santos Dumont e à Rádio Clube. Beijão!

Daniel Leite disse...
7 de novembro de 2008 21:29

Eu também realmente acredito que a invenção seja de Dumont. Basta que consideremos a genialidade dele nas outras criações. Também que levemos em conta que as outras interpretações parecem ser puro bairrismo, como citou. Dumont, por ser de um país periférico (embora com um pé na França), uma vez tido por muita gente como o precursor, é, então, o verdadeiro pai do avião.

Até mais!

bruno.ganem disse...
7 de novembro de 2008 22:07

Muito bacana o seu blog. Conteúdo de primeira, e muito bem escrito. Parabéns!

www.ideiasdoganem.blogspot.com

Euzer Lopes disse...
7 de novembro de 2008 22:09

Quando eu fiz faculdade de comunicação social tivemos essa discussão em sala sobre a primeira emissora de rádio no Brasil.
Bem, eu tenho a absoluta certeza que a Rádio Clube de Pernambuco fez a primeira transmissão, mas infelizmente como os "estudiosos" só aceitam o que os livros publicam como oficial, tive de adotar a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, que na verdade fez sua primeira e oficial transmissão em 7 de setembro de 1922, no centenário da Independência - depois ficou um tempo fora do ar até voltar em 1923 com uma programação permanente no ar.

Míryan Paranhos disse...
7 de novembro de 2008 22:10

Muito instrutivo. (y

http://miiparanhos.blogspot.com/

blog disse...
8 de novembro de 2008 09:19

Ed.
Mais uma ostagem na mosca.
Ouvi, certa vez, um historiador - daqueles de tendência inglesa, discípulo de Williams, Hobbsbawn, Thompson etc. - que afirmava que o suicídio de Petit Santos se deu justamente por conta do não-reconhecimento de seu invento, atribuindo o feito a outros.
Doideira, mas faz um certo sentido.
O que vc acha disso?
Abraço.

ED CAVALCANTE disse...
8 de novembro de 2008 13:26

Grijo, as razões do suicídio do Santos Dumont nunca serão conhecidas, mas a hipótese mais provável teria sido a sua insatisfação pelo uso do seu principal invento, o avião, na Primeira Guerra Mundial.

toncomn disse...
8 de novembro de 2008 14:43

é eu realmente não tenho uma proposta concreta, simplesmente desabafo no blog todos os dias de manhã e me sinto aliviado depois, e eu gosto da sensação das pessoas apreciarem as minhas palavras sabe :s, eu realmente não achei imagens que pudessem ilustrar tudo lá e resolvi colocar minhas própias...

Muito interessante esse seu ultimo post, Dumont foi realmente essencial na nossa história, até!