NÃO, NÃO FOI UM SONHO, O IRON MAIDEN VEIO MESMO AO RECIFE

No início da década de oitenta Recife estava longe do circuito dos grandes shows de rock. Que eu me lembre, tivemos por aqui apenas o showzaço do Rick Weikman acontecido em 1981. Eu e meus amigos ficávamos a pensar: “quando o Iron Maiden virá ao Recife?” Bom, depois de quase trinta anos o grande dia chegou. Acordei ansioso quase não acreditando que a minha banda de have preferida, com sua formação clássica (Bruce Dickinson no vocal), tocaria logo ali, do lado da minha casa. O Iron Maiden é uma lenda viva do rock dito pesado. Tem uma legião de fãs pelo mundo afora. Nas ruas em torno do jóquei clube, local do show aqui no Recife, dezenas de ônibus de todo o Nordeste. Muita gente acampou em frente ao local. A turma de preto invadiu a cidade.

O show? Sensacional! Antes teve um "shouzinho" de abertura com a filha de Steve Harris, o baixista do Iron. Apresentação chinfrim, mas ela é a filha do “home”, aí a turma dá essa colher de chá. Mas quando o Iron subiu ao palco, agradeci por estar ali! Que show! Com o palco ainda escuro eles tocaram um trecho de Transylvania. Mas a abertura, de fato, aconteceu de forma apoteótica com Aces High, literalmente uma explosão. A banda continua com o mesmo gás. O grande destaque, claro, foi a garganta potente de Bruce Dickinson. Quem conhece a história dessa banda sabe que a saída de Paul Dianno e a entrada de Bruce Dickinson foi um divisor d’água. E o Dave Murry? Dentre as três guitarras do Iron, a dele se sobressai. É o eixo central de todos os solos. Meu amigo Mané, que assistiu ao show do meu lado, por várias vezes me alertou sobre o virtuosismo desse cara. Foram duas horas de puro êxtase. Que venham outros dinossauros! Segue um vídeo com a abertura do show gravado do meio da galera, dá para sentir o real clima do show.

Comments

4 Responses to “NÃO, NÃO FOI UM SONHO, O IRON MAIDEN VEIO MESMO AO RECIFE”

Floradas de amor disse...
2 de abril de 2009 21:15

Que bom quebrar isso dos mega shows nas capitais do sul e sudeste principalmente.
Que venham mais, todos!!!
=D

Gisela Melloso disse...
2 de abril de 2009 21:26

Ed, nossa quando vi que eles iriam a Recife tb não acreditei, que incrível pra vc que é fã, nossa deve ter sido o máximo mesmo. Não sou muito fã deles, curto algumas músicas e só, mas ao ler vc falando me lembrei de mim no show do Pearl Jam aqui em SP, ok somos rota de shows, mas nossa esperei 15 longos anos para vê-los e quando isso aconteceu eu fiquei lá, sem saber se gritava, cantava, pulava, chorava, poxa fiquei muito feliz por vc mesmo. Aqui teremos KIss agora, neste não vou, fiquei muito triste, mas nossa os preços são um absurdo ai preferi não ir...

Mas ó, tb vou torcer para ter mais show deste porte ai viu?

Forte abraço

Leandro disse...
3 de abril de 2009 20:40

Pois é, cara. Eles vieram aqui em Curitiba e eu não fui.
Dia 12 o Motorhead toca aqui e também não poderei ir...
Shit!

15 de abril de 2009 10:27

Pois é Ed, lembra quando eu falava, praticamente reclamando, da não inclusão do Recife de shows de grandes bandas do velho e bom Rock? Da "falta de coragem" dos mega-produtores de evento locais? Até fiz uma colaboração sobre ótimos discos AO VIVO e um deles era justamente o do Iron "Live After Death". Então, O Iron veio, arrasou, e o Recife mostrou que tem público para os produtores, e quem venham os próximos!!!!