"O SANTA É DO POVO, COMO O CÉU É DO CONDOR"

A lembrança mais antiga de que tenho do amor que eu sinto pelo Santa Cruz é do longínquo ano de 1970, quando eu contava apenas cinco anos. Morava no bairro da Mangueira (zona leste do Recife) e visitava minha tia, Lena, que ostentava, imponente, um enorme quadro na sala da sua casa. Era um objeto de adoração de toda família Oliveira (todos, absolutamente todos, torcedores do Santa Cruz), um quadro que exibia a belíssima imagem de uma cobra enforcando um leão (ou uma leoa, não sei distinguir esses bichos).

Tem mais: o quadro tinha uma luminária por trás e eu pedia: “tia, liga o quadro”. Ela, obviamente, satisfazia o desejo do jovem tricolor. Era uma época de ouro, time imbatível, orgulho de Pernambuco. A inferência mais lógica para os leigos em “santa cruz mania” é que ser torcedor do clube naquela época era mais prazeroso do que hoje, tempos de entressafra de títulos e boas notícias. Mas, contrariando a lógica cartesiana futebolística, a torcida do Mais Querido vem quebrando recordes e deixando de queixo caído os que contemplam as insofismáveis provas de amor.

Não tente entender mais de quarenta mil pessoas na quarta divisão, o limbo do limbo do resto do futebol. Não tente entender o fato de que, em 2010, ano em que as decepções se repetiram, o Santa foi o campeão brasileiro de público, teve uma média anual superior a do Flamengo e a do Corinthians, os queridinhos da mídia. Não se atreva a tentar entender!

O Arruda lotado sugere uma paráfrase em forma de homenagem ao grande Castro Alves: “O Santa é do povo como o céu é do Condor”. Parabéns e sorte ao meu clube do coração!

Abaixo, um vídeo que fiz em uma das inúmeras vezes que estive no Arruda lotado. Um mergulho na torcida mais apaixonada do mundo. Regozije-se:

Comments

One response to “"O SANTA É DO POVO, COMO O CÉU É DO CONDOR"”

Sidclay disse...
4 de fevereiro de 2011 18:20

Eu consegui fazer com que meu sobrinho de 10 anos, santista e que nunca havia saído de São Paulo torcer pelo Santa Cruz, o que mais o impressionou foi a torcida...