QUARENTA ANOS DA CHEGADA DO HOMEM À LUA – SERÁ?

No último dia 16 de julho, o pouso da Apolo 11 em solo lunar completou 40 anos. De acordo com a versão oficial, às 13 horas e 32 minutos de 16 de julho de 1969, os astronautas Neil Armstrong, Edwin 'Buzz' Aldrin e Michael Collins partiram na ponta do foguete Saturno V, de Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos, tripulando a nave Apollo 11, composta pelo Módulo de Comando Columbia e pelo Módulo Lunar Eagle. Milhares de pessoas presenciaram o lançamento que foi, inclusive, transmitido para vários países.

A missão Apolo 11, a quinta tripulada, pousou no local conhecido como “Mar da Tranquilidade” após quatro dias de expedição. O astronauta Neil Armstrong teria pisado em solo lunar no dia 20 de julho e pronunciado a célebre frase "Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande salto para a humanidade".

Não vou me alongar contando detalhes dessa história que todos sabem de cor. Na verdade, a intenção desse post é discutir o outro lado da história. Milhões de pessoas ,nesses últimos quarenta anos, sempre questionaram essa façanha dos Estados Unidos. Para tanto, teses mirabolantes foram levantadas. Com a popularização da internet, o assunto ganhou força.

O site “Fraude do Século”, por exemplo, publicou um verdadeiro tratado explicando como a farsa teria sido construída pelos americanos. As principais questões levantadas nessa “denúncia” foram:

1 - Existem diversas fotos com sombras em várias direções, sendo que a única fonte de luz seria o Sol e todas as sombras deveriam ser paralelas.

2 - Fotos com diferentes tamanhos da Terra, vista da Lua, evidenciando montagens desproporcionais.

3 - Existem milhares de fotos com penumbra, sendo que seria impossível haver penumbra na Lua devido à ausência da atmosfera.

4 - Faltam as estrelas no fundo de todas as fotos. Com a ausência da atmosfera, as estrelas seriam ainda mais reluzentes.

5 - Nas fotos e vídeos, a bandeira dos EUA fica tremulando ao vento. Porém, não existe vento na Lua simplesmente porque na Lua não há atmosfera.

6 - Em centenas de fotos, há pegadas dos astronautas na Lua. Mas, seria difícil haver formação de pegadas devido à falta de umidade e de gravidade.

7 - Numa das fotos, há indício de alguém ter colocado embaixo de um dos pés do Módulo Lunar um montinho de terra para que este pé não ficasse no ar.

8 - Pelo que se vê nas fotos, não houve pouso do Módulo Lunar. Ele teria sido colocado delicadamente naquele local. Não há marcas no solo do propulsor da nave.

9 - No mesmo lugar onde o pé do astronauta cria uma profunda pegada na superfície lunar, o pé do módulo lunar se mostra muito delicado na superfície da Lua, sem causar qualquer estrago.

10 - Pelo tamanho do Módulo Lunar, dificilmente existiria nele combustível suficiente para colocá-lo em órbita novamente.

11 - Não existem, até hoje, filmes fotográficos que resistam à enorme variação de temperatura que ocorre na Lua.

12 - Em 1969, os astronautas conversavam, da Lua, com a NASA, na Terra, em tempo real. Esta tecnologia não existe até hoje.

13 - A radiação solar incidente na Lua, sem atmosfera, é mortal para qualquer ser humano.

14 - Dificilmente existiriam roupas espaciais, na época, que resistissem às enormes variações de temperaturas da Lua (-153ºC a +107ºC).

15 - Dificilmente existiriam roupas espaciais, na época, que resistissem à ausência da pressão atmosférica na Lua.

16 - Extrema semelhança do ambiente das fotos mostradas pela NASA com o Deserto de Nevada, nos Estados Unidos.

17 - Oficialmente, a NASA só teria realizado seis missões tripuladas à Lua, de 1969 a 1972, exatamente durante a gestão do presidente Richard Nixon. Após isso, nunca mais o homem teria voltado à Lua.

18 - Richard Nixon, envolvido em falcatruas que mancharam a imagem dos Estados Unidos, foi o principal articulador do escandaloso Caso Watergate, o qual culminou em sua renúncia durante o primeiro processo de impeachment estadunidense. Sua história o condena.

19 - Mesmo tendo ciência de que tinha posse de tal material, a NASA nunca exibiu as imagens do primeiro pouso do homem na Lua que teriam sido gravadas em fitas de vídeo e retornado à Terra com qualidade infinitamente superior às transmitidas "ao vivo".

20 - Em 2006, a NASA afirma ter perdido os vídeos originais do primeiro pouso na Lua, que teriam qualidade bem superior aos exibidos a todos até hoje.

21 - Em 2009, a NASA declara que, para economizar dinheiro, e sem ter cópias das fitas originais, gravou intencionalmente outras imagens e dados de satélites em cima das fitas originais que continham o fato histórico mais importante da NASA em todos os tempos.

22 - Richard Nafzger, engenheiro da NASA, afirma que o objetivo maior do governo dos Estados Unidos em relação à ida do homem à Lua era para efeito de marketing.

Alguns dos questionamentos acima expostos foram respondidos num pronunciamento que a NASA fez em 2002. Você pode conferir aqui e julgar se as respostas são satisfatórias. A minha opinião? Acho pouco provável essa fraude mirabolante. Uma coisa tão grande, se fosse forjada, já teria sido descoberta, claro. E você o que acha?

Clique aqui e faça uma viagem virtual à Lua no site da Veja

Comments

4 Responses to “QUARENTA ANOS DA CHEGADA DO HOMEM À LUA – SERÁ?”

Rubens Rodrigues disse...
19 de julho de 2009 11:57

Uma coisa tão grande já teria sido descoberta se fosse mentira.
É, mas os argumentos são consistentes.

Leandro disse...
19 de julho de 2009 14:01

Há tantas mentiras acobertadas por tantos interesses... E que duram por séculos e séculos.
A mentira do liberalismo desenfreado, que está em frangalhos; a mentira do espírito libertador de Zumbi, ídem; a mentira da defesa da liberdade incondicional dos EUA, que há quem ainda defenda; a mentira do "descobrimento" do Brasil e da "independência" por Pedro I (há quem ainda acredite?); a farsa do "Dr. Diretas" e dos "caras-pintadas"...
Não sei realmente se o homem pisou ou não na Lua; mas, dadas as circunstâncias e os interesses em jogo, não duvido nada que tenha sido apenas mais uma grande farsa.

ED CAVALCANTE disse...
19 de julho de 2009 18:03

O problema é que na Nasa tem engenheiros do mundo todo. Uma farsa como essa seria mais difícil, inclusive, do que ir a Lua! kk

Abraço!

F. Grijó disse...
19 de julho de 2009 21:38

E há um grande dado, querido Ed. No apogeu da Guerra Fria, se os EE.UU. propagassem uma fraude dessas, qual seria a reação dos russos?
Imagine só. Teriam colocado a boca no mundo.
Os caras foram à lua, sim. E só. Ir mais longe? Acredito que somente daqui a algumas décadas.

Abraço, camarada.