QUANTO CUSTA UM GENOCIDA?

No dia 21 de julho os serviços de inteligência sérvios anunciaram a prisão de Radovan Karadzic. Conhecido como “o carniceiro de Srebrenica”, Radovan vivia em Belgrado ,com um nome falso ,onde mantinha uma clínica de medicina alternativa. Não vou perder tempo falando de uma notícia que todos as agências estão divulgando por aí, não é esse o meu propósito . O que me chamou atenção na prisão desse individuo foi o motivo (não divulgado) da sua captura. Nos últimos dez anos, a Sérvia tenta ingressar na União Européia sem sucesso. A mácula da década de 90 ,provocada por genocídios e perseguições aos mulçumanos do Leste Europeu, colocou os sérvios no fim da fila.
O primeiro passo em busca do respeito internacional foi dado em 2001. A sérvia entregou ao tribunal de Haia o ex-presidente Slobodan Milosevic. Com esse ato o país não ganhou apenas elogios. Os Estados Unidos enviaram para a Sérvia uma “ajuda” de 50 milhões de dólares. Milosevic acabaria morrendo em Haia em 2006. Com a prisão de Karadzic, a Sérvia aumentou o respeito perante a União Européia e a opinião pública.
A Casa Branca, mais uma vez, se pronunciou e deitou elogios: "Felicitamos o governo da Sérvia e agradecemos aos que conduziram essa operação por seu profissionalismo e por sua coragem. O momento da prisão, apenas alguns dias após o aniversário do massacre de mais de 7 mil bósnios em Srebrenica, é particularmente apropriado, e não pode haver mais bela homenagem às vítimas das atrocidades do que levar seus autores à Justiça". A declaração do ministro das relações exteriores da França resume o tema central desse post: "Aí está um acontecimento que aproxima, evidentemente, a Sérvia da União Européia".
Minha indignação é porque fica claro que tanto Milosevic quanto Karadzic foram presos não por razões humanitárias. O fato de terem eles dizimado mais de 10 mil pessoas soa como um fato secundário. O mais importante é a questão econômica. A Sérvia necessita ingressar na União Européia. Certamente, nos próximos anos, veremos a prisão de Ratko Mladic, mais um carniceiro sérvio que está foragido e será usado como moeda de troca. É a força do vil metal!

Comments

14 Responses to “QUANTO CUSTA UM GENOCIDA?”

Nathy Pöpper disse...
24 de julho de 2008 21:43

hey só pra constar o link certo é esse http://refugio-inadequado.blogspot.com/
e agora vou ler seu post!
Abraçps!

Fabio disse...
24 de julho de 2008 21:48

esses genocidas sao malucos....

keitaro disse...
24 de julho de 2008 21:49

É por essas e outras que sou adepto do vegetarismo político...

Samura disse...
24 de julho de 2008 21:53

(postei como keitaro aí encima)

blog disse...
24 de julho de 2008 22:13

Ótima postagem, caro Ed.
Aí é que se vê o cinismo e a hipocrisia que rondam as relações internacionais.
A prisão é primária; o motivo - divulgado - é secundário. Interesses claros que não são divulgados priorizam as ações.
Lamentável.

Valeu.

Cintia Pereira disse...
24 de julho de 2008 22:24

É o capital que manda no mundo de hoje. Não importa o ser humano, importa o valor financeiro do ser humano. Assim, o capitalismo continua a patrocinar injustiças sociais em todo o globo.

Sammyra Santana disse...
25 de julho de 2008 02:42

é, o dinheiro comanda as pessoas, quandod everia se ro oposto...

mas eu não quero perder a ternura, não quero! quero crer que ainda tem jeito!

25 de julho de 2008 13:16

òtimo texto!!!
hoje os governos só pensam no poder
e como aumenta-lo.
Vale tudo nesse disputa.

DuDu Magalhães disse...
25 de julho de 2008 13:20

Quem tem mais é melhor...

triste...

Marcelo disse...
25 de julho de 2008 14:21
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo disse...
25 de julho de 2008 14:22

Sua indignação é mais retórica, não?
Não acha que existe bondade por trás da prisão dele, não né?
Em algum momento duvidou que o que motivou o fato foi dinheiro?
Caramba... se sua resposta for sim.

Bem-vindo ao mundo adulto.
(Não temos ingenuidade por aqui... ou como diz o dono do bar: tem mas acabou)
Abraços

Leonardo Dognani disse...
25 de julho de 2008 14:40

qnto vale o genocídio?
dificil essa, cada grupo tem seu preço rsssrs

Ratko Mladic?
quem sabe?

questões humanitárias são para anönimos. quem quer ingressar em algo ou "aparecer" pode até fazê-lo, mas apenas pelo status^^

na verdade o motivo não é apenas econômico, mas boa parte dele sim. Nunca podemos generalizar tudo tb^^
uma boa parte q fizeram a prisão, e parte do sentimento é verdadeiro, mas vc sabe como dizem?
"A ocasião, faz o ladrão"
;)

abraços^^

25 de julho de 2008 15:17

CARO MARCELO, NÃO ENTENDI SUAS INDAGAÇÕES. DEIXEI BEM CLARO NO POST (E DEI EXEMPLOS) QUE MINHA INDIGNAÇÃO BASEAVA-SE JUSTAMENTE NO FATO DAS QUESTÕES HUMANITÁRIAS TEREM FICADO DE LADO. SE PARA INGRESSAR NO MUNDO ADULTO EU TENHO QUE CALAR DIANTE DO INACEITÁVEL, VOU MORRER COMO PETER PAN.
ABRAÇO!

Alê disse...
28 de julho de 2008 10:23

Ah...essa eu não imaginava...Meu Deus...se não fosse por um motivo "político" ele estaria por ai a solta, curtindo a vida numa boa...é brincadeira heim...
Parabéns pelo Blog...

Dá uma passada lá no meu...
http://blogdale.wordpress.com