HOJE É DIA DE BRIAN


Na época do colégio, quando eu me reunia com um grupo de amigos para falar sobre música, terminávamos sempre falando dos Beatles. Brian Epstein, o primeiro empresário dos Beatles, era sempre citado com carinho e e reverência. Algo como: “esse cara descobriu a maior banda de rock de todos os tempos". Isso não é pouco. Mesmo que você não ache que os Beatles foram isso tudo, o papel do Brian não diminui.

Quem era ele, afinal? Brian, assim como os Beatles, nasceu em Liverpool, num 19 de setembro como hoje, em 1934. Oriundo de uma família judia lituana, sempre teve muita habilidade para os negócios. Sempre foi um sujeito triste e vivia em eterno conflito com seus pais. Sonhava ser designer de moda mas, seu pai rechaçava essa inclinação, acabou indo trabalhar na loja da família.

O caminho de Brian começou a se cruzar com o dos Beatles quando ele, aos 21 anos, virou gerente de uma loja de discos, a NEMS, em 1956. O jovem gerente era ambicioso. Depois de passar um período estudando artes dramáticas em Londres retornou a Liverpool, em 1961, cheio de ideias. Virou crítico de música, assinava uma coluna na revista Mersey Beat.

Foi nesse mesmo ano que aconteceu o antológico encontro de Brian com Raymond Jones. O jovem Ray foi até a NEMS e pediu um compacto com a música “My Bonnie” gravada pelos Beatles e Tony Sheridan. Brian Epstein, que escrevia sobre música, ficou intrigado por não conhecer os Beatles. O interesse aumentou quando ele descobriu que a banda tocava num pub perto da sua loja. No dia 06 de novembro de 1961 o futuro empresário assistiu a um show dos Beatles no Cavern Club. Quatro dias depois ele era o empresário da banda.

Brian foi o responsável pela mudança do visual e da postura dos Beatles. Por ter estudado artes dramáticas e ser um designer de moda amador, possuía habilidade nessa área. Muitos não reconhecem George Martin como o quinto Beatle e sim Brian. Esse título honorário seria uma retribuição ao legado deixado pelo jovem empresário.

Brian era um homem solitário. Era homossexual, mas nunca teve coragem de assumir publicamente. Esse fato só seria revelado após a sua morte. A solidão o aproximou das anfetaminas. Usava compulsivamente para dormir. No dia 27 de agosto de 1967, foi encontrado morto no seu quarto. Havia tomado uma dose excessiva de “Carbitol”. Brian Epstein morreu com apenas 32 anos. Confira abaixo, um raríssimo registro de uma entrevista (legendada em português) de Brian Epstein junto com os Beatles - 1963

Comments

No responses to “HOJE É DIA DE BRIAN”