RELICÁRIO VOL. 03 - ESTÚPIDO CUPIDO - 1976

Estúpido Cúpido foi uma deliciosa comédia romântica escrita por Mário Prata que se passava na fictícia cidade de Albuquerque. A história, ambientalizada nos anos 60, mostrou todos os ícones da chamada “década explosiva”. Dirigida por Regis Cardoso, a novela teve 160 capítulos, dos quais, 159 em preto e branco. Apenas o último foi exibido em cores para mostrar o paradeiro dos principais personagens da trama.

A trilha sonora foi um dos destaques dessa novela. A música tema, “Estúpido Cupido”, acabou voltando as paradas de sucesso. Os principais ícones da música da década de 60 – inclusive os internacionais - foram revisitados.

Sinopse

Na fictícia Albuquerque do início dos anos 60, vivem vários personagens: Maria Teresa (Françoise Forton), filha de Olga (Maria Della Costa), era uma jovem dividida entre o amor de João (Ricardo Blat) e o sonho de ser Miss Brasil; Mederiquis (Ney Latorraca), um jovem rebelde; a inquieta Glorinha (Djenane Machado) e a freira Angélica (Elizabeth Savala), que desperta para o amor ao conhecer Belchior.

Grande parte da trama enfocava a Igreja católica e o seu conflito com as mudanças que ocorriam na sociedade brasileira no inicio dos anos 60. Escolas católicas separadas para os sexos, a não aceitação do divorcio (a personagem de Maria Della Costa era uma mulher desquitada e não aceita na sociedade local).

Ficha Técnica

Nome: Estúpido Cupido

Emissora: Rede Globo

Ano de Produção: 1976/77

Autor: Mário Prata

Direção: Regis Cardoso

Tema de Abertura: Estúpido Cupido – Cely Campelo

Número de Capítulos: 160

Elenco:

Comments

2 Responses to “RELICÁRIO VOL. 03 - ESTÚPIDO CUPIDO - 1976”

Inaldinho disse...
4 de dezembro de 2010 18:48

Essa novela, Estúpido Cupido, passou quando eu estava nos meus primeiros meses de nascido.. 1976/1977. Gosto muito de saber e pesquisar novelas antigas.. um site muito bom é o teledramaturgia.com.br.

Quando a Globo reprisou "A Gata Comeu" (de 1985) pela terceira vez (em 2001) eu vibrei! Pude rever o Brasil de 1985, os costumes e o contexto da época, além da novela ser muito divertida, e aquele saudosismo...

Ed, tais sabendo que está passando "Vale Tudo" (1988) no canal a cabo Viva (NET Recife), segunda-a-sexta, às 23 horas. No youtube tem muita gente postando os capítulos que estão passando neste canal da tv a cabo, para se ter uma idéia do afã que os bons tempos em que novela não era um roteiro aberto à merce dos números do ibope, tinha realmente estórias para contar, provocam nas pessoas.

ED CAVALCANTE disse...
4 de dezembro de 2010 20:25

Grande Inaldo. Rapaz, não sabia da reprise da novela "Vale Tudo", uma das grandes obras da teledramaturgia brasileira. Ótima dica. Quanto a "Estúpido Cupido", lembro-me bem dessa deliciosa comédia. Ney Latorraca deu um Abraço!