O CABRA E A CABRA

No primeiro degrau, de baixo para cima, a cabeça de Lampião. No terceiro degrau, última da direita, a cabeça de Maria Bonita

Quando eu era garoto, ouvia muitas histórias sobre Lampião, uma delas falava, paradoxalmente, sobre como o rei dos cangaceiros era justo: Um certo dia, lá pelos lados de Triunfo, num sítio afastado da cidade, o bando de Lampião fez pousada. Como de praxe, homens e meninos fugiram quando avisados da aproximação do Capitão Virgulino. Nesse dia, no sítio, havia apenas uma mulher com bebê de colo, que recebeu o bando:

-Boa tarde capitão! Disse ela, trêmula. Antes que Lampião respondesse, um dos seus cangaceiros sacou uma arma e atirou numa cabra que berrava amarrada próxima da mulher.

-Por que o senhor fez isso, eu sou seca, tirava leite da cabra para alimentar meu bebê. Reclamou a mulher. Lampião olhou para cangaceiro e ordenou:

-Pague a cabra!

-Quanto custa o animal? Perguntou o contrariado bandoleiro.

-500 Réis – respondeu a mulher

-Tome de esmola! Disse o cangaceiro jogando o dinheiro aos pés dela. Lampião virou-se pra ele e sentenciou:

-Você deu a esmola, agora pague a cabra!

Essa história, conhecida nos quatro cantos do sertão, faz parte do espólio de causos deixado por ele. Bandido sanguinário para uns, herói para outros, esse Zapata do sertão teve sua saga encerrada no dia 28 de julho 1938, numa emboscada na fazenda Angicos, município de Porto da Folha, Sergipe. A volante comandada pelo tenente João Bezerra, da polícia de Alagoas, surpreendeu o bando dormindo no acampamento. Depois de mortos, suas cabeças foram cortadas e expostas na escadaria da casa grande da fazenda, como mostra a mórbida foto acima. Em 1940 morreu num tiroteio o último grande cangaceiro, Corisco. Dadá, sua mulher, foi baleada e presa. Terminava aí a história do cangaço. Lampião, Maria Bonita, Corisco e Dadá viraram mito e são lembrados até hoje.

Comments

21 Responses to “O CABRA E A CABRA”

Nana Lopes disse...
26 de fevereiro de 2008 02:17

Um tempo atras vi a filha deles falando sobre o pai, ai pensei o como deve ser horrivel ver seus pais numa situação tão humilhante...
Fico enternecida toda vez que vejo essa foto

Bruno R.Ramos disse...
26 de fevereiro de 2008 07:44

O melhor post da semana, ei-lo aqui! Lembrar Lampião é lembrar o desejo de justiça e remeter-nos a impropriedade da verdade utilizada a força de ferro pelos que detém o poder. Ninguém nasce assassino, lampião foi, como se sabe, produto indiligência do poder público.

26 de fevereiro de 2008 11:25

Me fez lembrar Canudos tambem...

Nada como um pouco de historia e cultura! Gostei de ver!

Nelson disse...
26 de fevereiro de 2008 11:28

posso ajudar sim, no meu blog tem um link para baixar um plano de curso de como passar filosofia na sala de aula, mas uma dica que vc pode ver são os filmes da Disney.
Tipo: procurando nemo, a bela e a fera, dá para se pensar em muitas coisas.

Charles Araújo disse...
26 de fevereiro de 2008 11:37

Adoro esses contos sobre Lampião!
Na minha última viagem à Paraíba, comprei uns livrinhos de cordel sobre Lampião!

Rafael Ramos disse...
27 de fevereiro de 2008 11:53

Me identifiquei mais com esse blog pelo lado jornalístico
Passa nos meus depois

http://papodecarioca.blogspot.com

http://gospelnodiva.blogspot.com

dbaskt disse...
27 de fevereiro de 2008 19:36

muito bom o blog kra....

abraço

www.locupletado.wordpress.com

27 de fevereiro de 2008 22:48

Muito bom, apesar de todos acharem Lampião um assassino, para mim ele apenas clamava por justiça!! Ele sem sobras de dúvida é o Rei do Sertão!!

To gostando dos comentários no meu blog!!

bj

Nana Lopes disse...
27 de fevereiro de 2008 22:53

Ola ed.Passando pra ver as novidades.Boa noite!!

27 de fevereiro de 2008 23:26

Eu sempre pensei assim:
Ninguém é 100% mal, e ninguém é 100% bom, todo mundo tem seus defeitos e qualidade, até hitler teve seu lado bom, até gandhi fez das suas.

Di disse...
28 de fevereiro de 2008 00:02

Putz Lampião eu acho da hora muito loko as histórias dele muito bom.
da uma olhada no meu fmz
http://www.teamidiotdi.blogspot.com
deixa um comentario la tbm fmz

Rafael disse...
28 de fevereiro de 2008 00:06

Opa, cheguei aqui por uma comunidade do orkut, tava dando uma lida nos outros posts tbm e bah, bem interessante teu blog, cara.
valeu

Martinha disse...
28 de fevereiro de 2008 07:29

gostei do blog e do seu comentario no post. gosto de ler coisas interessantes....

Esfinge disse...
28 de fevereiro de 2008 11:51

Lamíão é tão herói quanto um vagabundo de hoje em dia que controla uma boca de fumo ou rouba sem deixar de ajudar os moradores da favela onde mora...além disso se a revolta dele era contra os coronéis não entendo porque executar serviços justamente para alguns deles...vi as outras postagens é percebi o teor comunistóide do blog então não posso dizer que simpatizei com ele, tenho nojo dos direitos dos manos, dos hipócritas que procuram racismo em tudo e de quem idolatra vermes covardes como Che...

28 de fevereiro de 2008 12:35

OK,RESPEITO SUA OPINIÃO! O BLOG NÃO DEFENDE BANDEIRA DE COMUNISMO NEM DE NENHUMA OUTRA IDEOLOGIA, VC SE EQUIVOCOU! OBRIGADO PELO COMENTÁRIO!

28 de fevereiro de 2008 20:18

Lampião sempre polêmico, mas é ótimo post Ed, as opiniões obviamente serão muitas e de vários gêneros, e pra se apronfudar mais no tema é ler e estudar os livros sobre o cangaço do historiador Frederico Pernambucano de Melo.

Dragus disse...
1 de março de 2008 00:43

Eu sempre tive uma boa fonte de informes sobre o cangaço, meu padrinho era dessas zonas e ele falava bem do Lampião, disse até ter conhecido ele.

Levou pro túmulo essas memórias e hoje em dia nem posso me lembrar disso... Era muito novo quando escutei a história.

Por sinal, nordeste sempre foi uma área de mártires. Hoje em dia os mártires não existem mais porque a imprensa não deixa mais surgirem.

cheryl Ladd disse...
3 de março de 2008 21:05

Heroi pra uns ,bandido pra outros...na verdade o que seria de um povo sem historias pra contar..
Adorei seu texto ..
bjao

Andrea Savoia disse...
13 de abril de 2008 00:41

Essa foto sobre Lampião é histórica!

Alcione Torres disse...
21 de abril de 2008 19:09

Foto chocante, essa!
Mas Lampião era o cara! rsrsrs
Sarapatel de Coruja