XUXA DESACREDITA O FESTIVAL DE GRAMADO

Quando vi os jornais e sites por aí afora estampando em manchete que Xuxa Meneghel seria homenageada em Gramado como “Rainha do Cinema”, demorei a acreditar, pensei fosse alguma brincadeira, mas, pasmo, descobri que era mesmo verdade. A própria homenageada, tentando esconder o constrangimento, esclarecia: “não sou atriz, sou uma apresentadora que usa os filmes para passar as mensagens que eu quero”.

O Brasil é assim mesmo, um grande universo fake. Relembremos: José Sarney escreveu um livro, o tal do “Marimbondo de Fogo”. Essa “obra” o credenciou a entrar na Academia Brasileira de letras. E nosso astronauta, o Marcos Pontes, lembram? Posou de herói, o Brasil gastou uma nota preta na sua formação, conseguiram colocá-lo numa missão da NASA. Na hora de colher os frutos, ele pediu baixa e foi ganhar dinheiro na iniciativa privada.

O prêmio concedido à Xuxa pelo “conjunto da obra”, que engloba 18 longas com uma média de público bastante alta e soma mais de 28 milhões de espectadores, parece-me um louvor quantitativo e não qualitativo. Estão premiando uma média de público alta, que se beneficia do lobby da maior emissora de tevê da América Latina. E onde fica o cinema de verdade?

Classifico essa edição do prêmio de Gramado como uma mácula imperdoável, que desacredita as edições posteriores. A ideia de dar um prêmio à Xuxa, ao que parece, foi um golpe de marketing. Um gigantesco esquema de segurança foi montado para receber a “Rainha do Cinema”, nunca se viu tanta gente no festival. Duro vai ser se livrar do rescaldo desse ato impensado. Já estou matutando quem será o próximo homenageado: Alexandre Frota, Rita Cadilac, Helena Ramos, Leila Lopes...

Comments

3 Responses to “XUXA DESACREDITA O FESTIVAL DE GRAMADO”

Bete Meira disse...
1 de setembro de 2009 12:14

Rainha do cinema pornô ou do xarope infantil?Doubê de atriz,doublê de cantora,doublê de apresentadora,vozinha chinfrin,irritante,etc,etc,etc... PREFIRO NÃO COMENTAR!!!!!

treino disse...
1 de setembro de 2009 22:15

Estamos vivendo, há algumas décadas, a era do jabaculê, Ed. Mas, apesar disso, em termos quantitaivos - que é, infelizmente, o que conta num país em que o cinema é de segunda -, Xuxa é campeã, ao lado de Didi Mocó e David Cardoso.

É triste e constrangedor - mas para nós, que temos o discernimento. Para os fãs dela, foi algo merecido.

Grijó

Marcello disse...
5 de setembro de 2009 20:08

Depois ninguém sabe expicar pq o cinema brasileiro é desacreditado nesse país.

Xuxa receber esse prêmio é o mesmo que Paulo Coelho ser eleito pra cadeira de Imortal da Literatura...

Só esse país mesmo....