CLÁSSICOS DA SESSÃO DA TARDE (PARTE I)

A maioria desses filmes figura nas listas do cinema trash. Quem se importa? São clássicos que povoam o imaginário de muita gente. Não poderia ser de outra forma, depois de zilhões de reprises, essas adoráveis produções marcaram época. Quase todos eles são oriundos da década de 80, chamada por muitos, de “década trash”. Abaixo, a primeira parte da minha listinha dos maiores clássicos da Sessão da Tarde. Como toda apreciação particular, essa relação é absolutamente subjetiva e, claro, provocará discordância.

1 – Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Buller's Day Off - 1986): Clássico absoluto da Sessão da Tarde, um dos maiores ícones da década de 80, ect., etc, Dizer o que desse adorável filme? Ferris Bueller (Matthew Broderick) transformou-se num herói vingador dos gazeadores (cabuladores de aula, gazeteiros, dependendo do seu local de origem). As armações do Ferris para se dar bem e enganar o diretor Ed Rooney (Jeffrey Jones) faziam parte do imaginário de muitos garotos e por isso virou cult. É um dos campões de reprises.

2 – Karate Kid (The Karate Kid – 1984): As duas primeiras edições dessa trilogia são figurinhas carimbadas da Sessão da Tarde. A fórmula experimentada no filme foi muito parecida com a da série Kung Fu estrelada por David Carradine na década de 70. Um velho mestre japonês treinando um jovem discípulo. Claro, Daniel Larusso (Ralph Maccio) e Senhor Miyagi (Pat Morita) formaram uma dupla direcionada a um publico adolescente, com temática despretensiosa. Mesmo assim, o filme pegou e mora no imaginário de muita gente.

3- Aventureiros do Bairro Proibido (The Trouble in Litrle China - 1986): Trash total esse filme. Conta a história do caminhoneiro Jack Burton que foi a Chinatown para tentar resgatar a namorada de um amigo. O filme é cheio de esquisitices e tem muita magia negra.

4 – Esqueceram de Mim (Home Alone – 1990-1992); Na lisa dos clássicos da Sessão da Tarde, claro, entram apenas os dois filmes estrelados pelo “Maucalay Culkin”. Por mais que seja reprisado é sempre uma delícia ver o martírio daqueles dois atrapalhados ladrões sofrendo na mão do garoto Kevin. É uma inesquecível comédia natalina reprisada todo final de ano.

5 – A Lagoa Azul (The Blue Lagoon – 1980): Esse clássico do cinema adolescente da década de 80 catapultou a atriz Brookie Shields para o estrelato. Um filme lindíssimo que abordou temas polêmicos como sexualidade e religião de uma forma sutil. Depois do sucesso nas telonas virou um campeão de reprises na Sessão da Tarde.

6 – De Volta Pro Futuro (Back To The Future – 1985, 1989 e 1990): Os três filmes dessa adorável trilogia são clássicos. A dupla estrelada por Michael J. Fox (Marty Mcfly) e Christopher Lloyd (Dr. Emmett L. Brown ) esteve presente em todas as sequências com a mesma química. A um bom tempo o filme não é reprisado, mas é um dos campeões de reprises da Sessão da Tarde.

7 – Te Pego Lá Fora (Three O'Clock High – 1987): Sou capaz de afirmar que esse filme só foi exibido na Sessão da Tarde. Vi várias vezes sempre com o mesmo prazer. O filme conta a história de Jerry Mitchell (Casey Siemaszko) um estudante que trabalhava no jornal da escola. Seu grande erro foi tentar entrevistar o maior brutamontes do colégio. O cara era tão grosso que não suportava ser tocado. Jerry cometeu esse erro e começou a ser perseguido. É uma deliciosa história!

8 – Os Goonies (The Goonies – 1985): Uma adorável história com a marca Spilberg. Precisa dizer mais? Histórias de caça ao tesouro rendem sempre divertidos filmes. The Goonies é assim. Além daquela música da Cyndi Lauper que foi um super hit tinha o Jeff Cohen protagonizando aquele adorável glutão. Inesquecível!

9 - Sem Licença Para Dirigir (License To Drive – 1988): esse é mais um campeão de reprises da sessão da tarde. A dupla “Corey Haim (Les Anderson)” e “Corey Feldman (Dean)” junto com a gatinha do momento (da época) “Heather Graham (Mercedes)”, protagonizam essa comédia. O filme conta a história de Les Anderson que sonha em tirar a carteira de motorista, um símbolo de liberdade na sociedade americana. Reprovado no teste, Les passa a enfrentar situações que garantem boas risadas. O filme é um clássico adolescente da década de 80. Inesquecível!

10 - Namorada de Aluguel (Can't Buy Me Love) – 1987): Ronald Miller (Patrick Dempsey) é um jovem tímido e trabalhador, que sempre sonhou em ser popular no colégio. Quando ele descobre que Cindy Mancini (Amanda Peterson), uma garota linda que todos os garotos paqueram, está precisando de 1000 dólares, tem a grande ideia: emprestar o dinheiro em troca dela fingir ser sua namorada. Ela topa e, com sua ajuda, ele acaba se tornando um dos garotos mais populares do colégio.Inesquecível!

Comments

10 Responses to “CLÁSSICOS DA SESSÃO DA TARDE (PARTE I)”

Inaldinho disse...
11 de junho de 2010 06:17

Gostaria de acrescentar três clássicos que mereceriam estar na sessão da tarde, mas infelizmente a globo não os reprisa mais..

- O Clube dos Cinco (genial!)

- De Volta às Aulas (genial! a globo passava muito nos anos 90)

e, - Curso de Verão (comédia... grupo de alunos q perderam as férias formam turma de recuperação e um professor tiozão surfista é escalado para ensina-los.. verdadeiro clássico!!!)

ED CAVALCANTE disse...
11 de junho de 2010 09:44

Inaldo, "O Clube dos Cinco" está na segunda parte desse post que publicarei, semana que vem. "De Volta Às Aulas", eu não lembrava, o Google refrescou minha mente. É um filme realmente típico de Sessão da Tarde.

Abraço!

Sidclay disse...
11 de junho de 2010 12:26

Excelente! Eu vi todos esses filmes e alguns eu tenho em dvd pra poder ver sempre que quiser...

Tem mais clássicos, claro!
Incluíria Howard - o super herói, Aluga-se para o verão, Highlander, A vingança dos Nerds, Quero ser grande, O rapto do menino dourado e Febre de Juventude!

Essa lista pode nunca ter fim...

ED CAVALCANTE disse...
11 de junho de 2010 19:35

Tenho mais 20 filmes para duas postagens (parte 2 e 3)

Adoro esses trashs

Abraço!

EDBLOGER disse...
11 de junho de 2010 20:12

Cara, o Rapto do Menino Dourado é um clássico. "Eu quero o punhal, eueueueueu quequequequerororoo punhal".
Só não concordo com A Lagoa Azul, muito chato, só vale pra ver a Brook de biquininho, ai,ai.
Ainda tem vários outros..., ruim é que eu estudava à terde, perdia um bocado.
Fui.
Edgar José.

Bete Meira disse...
12 de junho de 2010 03:09

Ed, trash me lembra Zé do Caixão e similares!

Bete Meira disse...
12 de junho de 2010 03:09

Amei esse post. Um que vi, todas as vezes em que passou: "Curtindo a vida adoidado", impagável!!Karatê Kid também é inesquecível, principalmente o primeiro (por mim, seria o único).Dessa lista só não me apetece "Esqueceram de mim", não me seduz. Uma vez inventei de ver, de tanto que passava e até achei bonzinho,kkkkkk. Só não me lembro de "Te pego lá fora". Aguardo a parte II!
PS. Há tantos filmes bons, que acho absurdo a Globo reprisar tanto!A Globo nos faz de bobos,kkkkk

ED CAVALCANTE disse...
12 de junho de 2010 14:19

Bete, trash, em princípio, eram aquelas produções toscas, de baixa qualidade. Devido ao saudosismo de muita gente, essas produções eram resgatadas e viravam ícones. Hoje em dia, o termo é mais abrangente. Década de 80, Zé do Caixão, cabelo pintado de ruivo (kkkk), a disco music, são bons exemplos de manifestações trashs. Lembrando, o termo, hoje em dia, perdeu o seu caráter pejorativo. Pode continuar pintando o cabelo tranquilamente, sei que isso lhe APETECE! kkk

Edgar, a Lagoa Azul é um clássico sim, meu véio. Tu estavas estudando e não visse.

Bete Meira disse...
16 de junho de 2010 04:02

Edgar, deixa de ser mala. Lagoa azul é inesquecível, inclusive a música. É um lindo filme. Concordo que Brooke também era muito linda, mas a paisagem,a inocência deles,a música,o conjunto da obra agradou.
Lamento a precoce morte do ator Corey Haim, há poucos meses.