AS DUAS FACES DO SOBRENATURAL


Há uma semana, mais ou menos, fui visitar meus pais que moram num bairro próximo. Numa rua pertinho da casa deles tem um bar bastante frequentado pelo que chamamos aqui no Recife de “papudinhos”, pessoas que, por alguma infelicidade da vida, preenchem os seus dias tomando todas. Vários deles eu vi crescer e muito vi morrer ao relento. Ao passar pelo bar, vi um deles lá dentro, o “Bigode”. De longe, ele sorriu para mim e fez um aceno. Retribuí com um sorriso e também o cumprimentei.

Ao chegar na casa da minha mãe, ela foi logo me dando uma triste notícia: “Lembra do filho de Jocão? Ele morreu!”. Perguntei já triste: “Qual deles?” Minha mãe me espantou com a resposta: “Bigode, aquele que bebia muito”. Disse a minha mãe que devia haver algum engano pois havia falado com ele há alguns instantes. Ela confirmou a notícia e eu, claro, voltei ao bar para tirar a dúvida. No local onde eu havia visto o tal Bigode, não tinha ninguém.

Contei essa história para várias pessoas. Algumas tiveram calafrios, outras brincaram e houve quem me falasse que eu havia me enganado, tinha falado com outro “papudinho” pensando ser o Bigode. Não acredito em sobrenatural e não busquei explicações para esse acontecimento. O que me espantou foi a cara de medo que as pessoas fizeram quando imaginaram a possibilidade da aparição de alguém que já havia morrido. Pus-me a pensar, então: Se esse cidadão, depois de morto, fosse classificado como santo por uma igreja qualquer, sua aparição seria motivo de celebração e não de pavor. Sua condição de "ser do outro mundo" pouco importaria, o que valeria seria a classificação conferida a ele no mundo dos vivos. Não entendo isso.

E você, o que acha disso tudo?

Comments

2 Responses to “AS DUAS FACES DO SOBRENATURAL”

7 de novembro de 2011 13:57

OI, ED!
Achei seu blog bem legal... estava esses dias me perguntando pq os homens não tem blogs.. Ai vejo vc no comments do Misturação.. Vim logo atrás..rsrs
Bem, acredito piamente no que vc passou, q bom! Mas, pena que "bigode" ainda esteja por aqui!
Um grande abraço, já estou te seguindo e depois dá uma olhadinha lá no DMulheres.
Boa semana!
http://blogdmulheres.blogspot.com

Sidclay disse...
10 de novembro de 2011 16:37

Acho que isso é possível, venho uma uma família espírita, mas não descarte a possibilidade de engano... pode acontecer...