UM BEATLE EM RECIFE

Todo mundo sabe o quanto sou fã dos Beatles. Desde  criança me reunia com os amigos para ouvirmos músicas, trocarmos ideias, falarmos das revistas, fotos e um monte de relíquias que guardávamos a sete chaves. Ver um beatle parecia-nos um sonho inalcançável. Naquela época Recife não estava no circuito dos grandes shows internacionais, apenas Rick Wakeman tocou por aqui no início da década de 80. Sonhar com um beatle aportando em Recife, era mesmo algo impensável.

Mais de trinta anos se passaram e o improvável aconteceu, eu vi um beatle. Passei a semana inteira pensando no grande evento. Nem mesmo a derrota do Santa Cruz, meu amado clube, conseguiu me deixar triste. Fui ao show ostentando uma flamula coral colocada no pescoço como um cachecol. No local, os amigos de sempre: Sid, Mané, Carlos e Rilton, roqueiros de alta estirpe. Só quando Ringo subiu ao palco é que a ficha caiu: o sonho estava se materializando.

Além da lenda viva do rock, fomos brindados por uma ótima apresentação da All Starr Band, sua banda de apoio composta por músicos veteranos que tiveram solos durante o show: Rick Derringer, um ótimo guitarrista que já tocou com Cindy Lauper e Alice Cooper, cantou e fez ótimas performances com suas guitarras. Richard Page, ex-baixista do Mr. Mister, cantou o baladão “Broken Wings” - foi o momento nada a ver do show – e manteve-se firme nos backings. Edgar Winter, que figuraça! O velho roqueiro albino, irmão do conhecido guitarrista Johnny Winter, deu um show a parte: cantou, arrasou nos teclados e no sax. A plateia delirou com ele. Gary Wright, cantor e tecladista de longa carreira, relembrou um velho sucesso dele de 1976, “Dream Weaver”. Foi um dos grandes momentos da All Starr Band. Já o baixinho guitarrista Wally Palmar, relembrou “Talking in Your Sleep”, o mega hit da sua ex-banda, “Romantics”. Nas baterias, além de Ringo, o veterano “Gregg Bissonete”, conhecidíssimo por trabalhos com Joe Satriani, David Lee Roth, Steve vai, entre outros.
 Ed, Mané, Rilton e Carlos
Esse cast de peso, com anos de estrada tocando rock, deu consistência ao espetáculo. Na verdade, apesar do show ter como lastro o fato da estrela principal ser um ex-baeatle, a apresentação não foi solo. Ringo fez parte da apresentação de veteranos roqueiros. A noite foi perfeita. Os grandes momentos de Ringo no espetáculo, claro, vieram com os clássicos dos Beatles. O primeiro grande levante foi com “I Wanna Be Your Man”, o público cantou junto, muito lindo. Depois um delírio total com “Yellow Submarine”, o público cantando junto, todo mundo com seu balãozinho amarelo, o universo beatle se fez presente. Por fim, a melhor contribuição de Ringo como intérprete nos Beatles: “With A Little Help From My Friends”. O público cantou e delirou com ele.

Sonho realizado, nada mais há que se dizer. 

Comments

8 Responses to “UM BEATLE EM RECIFE”

21 de novembro de 2011 18:31

Caro Ed,
Repito-me, mas digo-lhe: é muito bom acompanhar pessoas boas realizando sonhos bons. Fiquei feliz olhando você e seus amigos, bem como Bruno, Mayda e Sid, daqui de longe. Saudades imensas do Recife.
Abraços.

ED CAVALCANTE disse...
21 de novembro de 2011 21:55

Obrigado, Ana, espero que realize seus sonos também!

Abraços!

ED CAVALCANTE disse...
21 de novembro de 2011 21:55

Quis dizer, sonhos, claro! kk

22 de novembro de 2011 09:12

Ed, isso é que é show!
Só vale quando há história e essa sua valeu mesmo.
Bom dia
Xeros

brasil disse...
22 de novembro de 2011 14:57

Um Beatle em Recife? Foi um sonho impossível que tive desde os anos 60. Hoje, com 64 anos vivendo no Rio de Janeiro, sonho tornou-se realidade. E eu não pude estar presente. Mas guardei no meu baú esse pequeno cordel de minha autoria, onde afoguei na praia um beatle...

Beatles na Praia

Vou contar uma história
Sei que vão acreditar
Não fiquem com inveja
E não deixem de escutar
É sobre os meninos Beatles
E com eles "não tem mosquitos"
Foi mesmo de arrepiar

Estava eu lá em "Porto"
Com sobrenome "de Galinhas"
Nadando como um peixinho
Exibindo-me pras gatinhas
Nos idos de sessenta e quatro
Nadavam eu e mais quatro
No mar calmo, só ondinhas

De repente, agitação
Ouviram um grande grito
Seria ataque de tubarão,
Ou apenas um conflito?
Era alguém se afogando
Atrás dele fui nadando
Pasmem! Era um menino Beatle!

Foi o menino Ringo
Que muita água bebeu
Do mar quis abusar
Mais muito se arrependeu
E em agradecimento
Fui convidado no momento
“Liverpool, aqui vou eu!”

Foi uma viagem e tanto
Pelas terras das Rainhas
John, Paul e George
Apresentaram as gatinhas
Nunca me diverti tanto
Esta história é um encanto...
De volta, a Porto de Galinhas!

22 de novembro de 2011 22:00

Ed
Imagino a imensa satisfação sua, a ver seu ídolo! Sonho realizado.. que venha o próximo. Parabéns!!
Obrigada por sempre visitar o DMulheres.
Bjão

ED CAVALCANTE disse...
22 de novembro de 2011 22:59

Sheyla, querida, obrigado pela visita e pelo comentário!

ED CAVALCANTE disse...
22 de novembro de 2011 23:00

Brasil, surreal essa historinha do beatle na praia kkkk Valeu!