CANTANDO RELIGIÃO


Judas (Raul Seixas e Paulo Coelho)

“...Mas é que lá em cima
lá na beira da piscina
olhando os simples mortais
das alturas fazem escrituras
e não me perguntam se é pouco ou demais”
Oucça aqui

Questionam a Bíblia, a forma como as sagradas escrituras nos são impostas. Quase nenhuma religião cristã apresenta para os seus fiéis a história dos concílios que determinaram a composição do que hoje conhecemos como “Bíblia Sagrada”. O conteúdo é apresentado como o resultado final de algo que a maioria não sabe, com certeza, como começou.


Mão Católica (Marcelo Nova, Karl Humel e Gustavo Mullem)

Nascer com o mal na alma
Pro batismo libertar
Carregar a cruz de toda culpa
E colocá-la no altar
Domingo tem a missa obrigatória
Ajoelhar perante a santa inquisição
Pras bruxas temos a fogueira
Pros santos nós temos o perdão”
Oucça aqui 
 
A ironia na música do Camisa de Vênus é uma crítica ao “Pecado Original”, já nascemos pecadores. No final a crítica ao perdão dado aos santos e a condenação às bruxas.

Súplica Cearense (Gordurinha e Nelinho)

Oh! Deus, perdoe este pobre coitado
Que de joelhos rezou um bocado
Pedindo pra chuva cair sem parar

Oh! Deus, será que o Senhor se zangou
E só por isso o sol se arretirou
Fazendo cair toda chuva que há

Senhor, eu pedi para o sol se esconder um tiquinho
Pedi pra chover, mas chover de mansinho
Pra ver se nascia uma planta no chão

Meu Deus, se eu não rezei direito o Senhor me perdoe,
Eu acho que a culpa foi
Desse pobre que nem sabe fazer oração”
Oucça aqui 

O pedido de desculpas de Gordurinha e Nelinho, na verdade, está carregado de sarcasmo. Imagine a situação: a terra seca aí você faz uma oração pedindo para chover. Deus manda um diluvio, não é dádiva e sim castigo.


Cidadão (Zé Geraldo)

Tá vendo aquela igreja moço?
Onde o padre diz amém
Pus o sino e o badalo
Enchi minha mão de calo
Lá eu trabalhei também
Lá sim valeu a pena
Tem quermesse, tem novena
E o padre me deixa entrar
Foi lá que cristo me disse
Rapaz deixe de tolice
Não se deixe amedrontar”
Oucça aqui 

Esse trecho da bela canção de Zé Geraldo versa sobre fé, a fé do povo que crê de forma incondicional.


Partido Alto (Chico Buarque)

Deus é um cara gozador
Adora brincadeira
Pois pra me jogar no mundo
Tinha o mundo inteiro
Mas achou muito engraçado
Me botar cabreiro
Na barriga da miséria
Eu nasci brasileiro
Eu sou do Rio de Janeiro”.
Oucça aqui 

Humor, apenas humor. Mas é alguém se queixando com deus por ter nascido pobre. Penso cá comigo: poderia ter sido pior, cara, você poderia ter nascido na Etiópia, por exemplo.


Igreja (Nando Reis)

Eu não gosto de padre
Eu não gosto de madre
Eu não gosto de frei.
Eu não gosto de bispo
Eu não gosto de Cristo
Eu não digo amém.
Eu não monto presépio
Eu não gosto do vigário
Nem da missa das seis”
Oucça aqui 

Essa letra chocou muita gente por ser, abertamente, contra qualquer tipo de credo, sobretudo o cristianismo. Fez sucesso com a banda Titãs.

O Dono da Terra (Os Abelhudos)

Mãe me explica direitinho
O que gente grande entende muito bem
Como pode uma bomba explodir dentro de um trem?
...Vê qual é o nome do Dono da Terra
Inventor do céu e do mar
Pega o telefone, liga pra esse homem
Diz que é pra ele... reinventar”
Oucça aqui 

Criança tentando entender Deus.

Comments

One response to “CANTANDO RELIGIÃO”

6 de novembro de 2011 06:34

Oi Ed, bom dia.
Bem original o post.
São tantas as perguntas Divinas que tenho que as vezes fico mesmo é assustada em saber a resposta.
Gostei também de relembrar essas músicas.
Bom domingo.
Xeros